HISTÓRIA DO CASP

20150515_112947_edited.jpg

O Centro de Acção Social de Palhais foi fundado em 30 de Dezembro de 1981, dando início à sua atividade como Centro de Dia de Apoio à Terceira Idade.

Posteriormente, dado existirem carências na freguesia no apoio às crianças, foram desenvolvidas as respostas de Pré-escolar e também de CATL – Atividades de Tempos Livres.

O CASP contou, desde a sua fundação, com o apoio do Centro Regional de Segurança Social na implementação das suas diferentes atividades. Na sua génese esteve a vontade de um grupo de moradores da freguesia de Palhais, ligados à Igreja e pessoas sem qualquer ligação à Paróquia, preocupados com os problemas sociais e na procura de respostas e ajuda aos carenciados, nomeadamente, população idosa e crianças.

O CASP iniciou a sua atividade, logo após a sua fundação, reconhecido como uma instituição de solidariedade social – IPSS, quer pelo Centro Regional de Segurança Social, quer pelo Governo Civil de Setúbal. As novas instalações foram inauguradas no ano de 1985, pela Governadora Civil de Setúbal e pelo Presidente da Câmara do Barreiro, da época.

Foi uma nova etapa do CASP que, desta forma alargou a sua dimensão e o seu papel no apoio à família e à resolução de problemas da freguesia de Palhais. As valências de Pré-escolar e CATL passaram a ser uma realidade, com frequência de 80 crianças.

 Ao abrigo do projeto Pares em 2010, foi construida uma nova estrutura que tem como principal objetivo dotar a freguesia de um espaço de Creche, Pré-escolar e CATL. De forma a disponibilizar novos lugares e a promover uma melhoria da qualidade de oferta social e educativa através de estratégias e metodologias relacionais e pedagógicas a desenvolver de acordo com o Manual de Qualidade para creche e as Orientações Curriculares para o Pré-escolar. Deste modo, contribui-se assim para o desenvolvimento integral das crianças e para um melhor/maior relacionamento entre crianças – famílias – comunidade.